mai 04, 2022

Digitalização na medicina diagnóstica: 7 benefícios e como implementar

Medicina Diagnóstica: benefícios da digitalização

A medicina diagnóstica é fundamental para transformar positivamente os processos de saúde entre médicos e pacientes. Nesse contexto, tecnologia pode ajudar a tornar exames, consultas e análises ainda mais precisos e eficazes, além de melhorar a experiência do paciente.

É possível perceber uma crescente busca por mais cuidados com a saúde e a qualidade de vida durante a rotina. Além de uma alimentação equilibrada, prática de exercícios físicos e atenção às horas de descanso, as idas ao médico também aumentaram. Como a medicina diagnóstica pode contribuir nesse processo?

Aliada a essa mudança de comportamento, muitos pacientes também apresentam um perfil cada vez mais digital: são bem informados, desejam ser protagonistas do próprio tratamento e esperam ter praticidade para resolver questões médicas.

Nesse contexto, considerando a importância da medicina diagnóstica na atenção à saúde, torna-se essencial que profissionais e centros de medicina diagnóstica sigam o caminho da digitalização para melhorar experiência do paciente e garantir o sucesso do negócio.

Ao longo deste artigo, você vai entender a importância da digitalização na medicina diagnóstica e, ainda, ficar por dentro dos benefícios de utilizar sistemas integrados de gestão para impulsionar os resultados do seu centro. Boa leitura!

👉 Antes de seguir adiante, baixe gratuitamente o eBook com dicas valiosas de como aplicar estratégias inovadoras na sua instituição de saúde:Ebook Inovação na Gestão em Saúde - Doctoralia + TuoTempo

Qual a importância da digitalização para centros de medicina diagnóstica?

Provavelmente você já sabe o quão essencial é a modalidade da medicina diagnóstica para oferecer melhores resultados à vida do paciente, dando toda a base necessária para uma maior eficácia em seus exames, tratamentos e no processo de recuperação. 

Graças ao avanço das ferramentas tecnológicas na área de saúde, esse segmento tem se desenvolvido ainda mais, possibilitando a realização de exames, laudos e diagnósticos mais confiáveis e seguros.

Portanto, ao lado da inovação na prática médica, a digitalização de processos elimina a burocracia dos atendimentos, otimiza o tempo e o esforço da equipe, além de proporcionar mais autonomia ao paciente para agendar ou acessar resultados de exames, por exemplo.

Em suma, digitalizar, ou automatizar tarefas, facilita o bom funcionamento de todas as áreas do negócio. Por meio dessa ação, todos saem ganhando: paciente e clínica, instituição de saúde ou centro de medicina diagnóstica.

Importância da digitalização de centros de diagnóstico

👉 Assista ao webinar: Maturidade digital na saúde: como o domínio da tecnologia e a integração entre sistemas contribui com a experiência

7 benefícios da digitalização em centros de medicina diagnóstica

Agora que você já sabe como a digitalização tem transformado essa área da saúde, o próximo passo é conhecer as vantagens desse processo para identificar se vale a pena investir em novas soluções. Confira, a seguir, os principais benefícios da digitalização para centros de diagnóstico:

1. Melhoria da experiência do paciente

Um dos principais motivos que levam os pacientes a retornarem a um médico específico é a experiência positiva gerada ao longo dos atendimentos, exames e consultas. 

Essa experiência existe em várias etapas que constituem a jornada do paciente, desde a percepção de marca até a fidelização.

Imagine, por exemplo, um paciente que deseja saber mais sobre o preparo de um exame. É provável que ele acesse o seu site ou entre em contato por um dos canais de atendimento em busca da informação.

Independente da ação tomada, a melhor experiência será aquela onde ele encontrará o que precisa com mais rapidez e praticidade, certo?

Isso vale para outras necessidades: acessar um laudo, remarcar um exame, fazer um pagamento online, entre outros processos que podem ser digitalizados.

👉 Leia também: Empoderamento do paciente: como oferecer uma experiência digital

2. Redução de custos no call center

Com o apoio de ferramentas digitais, é possível oferecer agendamento online, compartilhar resultados de exames e documentos, enviar comunicações personalizadas ou lembretes automáticos, além de outras tarefas com o objetivo de otimizar o tempo e reduzir os custos no call center.

O melhor exemplo desse tipo de resultado é o caso de sucesso do Santagostino, referência no mercado da saúde na Itália e no mundo, que reduziu a pressão no call center em 79% em um ano e conseguiu converter 49% das chamadas perdidas em agendamentos reais. 

👉 Veja também: Ligações para a sua clínica: por que é importante monitorá-las?

3. Agilidade no atendimento

Por oferecer mais praticidade e rapidez nos atendimentos, exames, diagnósticos e resultados, a automatização também proporciona mais agilidade, o que favorece especialistas e pacientes em geral.

Existem softwares médicos que oferecem até mesmo check-in digital e sala de espera virtual para que os pacientes possam registrar sua chegada no centro médico, ver quantas pessoas estão na sua frente e receber uma estimativa do tempo de espera.

4. Segurança para as informações

Com uma boa ferramenta tecnológica, o centro de diagnóstico ou instituição de saúde pode armazenar dados mensuráveis em um só lugar, de forma segura e totalmente online. Essa é uma vantagem que facilita a análise das informações de cada paciente, tratamento, receita e consulta.

Além de economizar desperdícios com papel e perdas de registros relevantes, os dados dos pacientes ficam ainda mais protegidos por criptografia de ponta e protocolos seguros de acesso.

Segurança de dados em centros de medicina diagnóstica

Vale ressaltar que a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) define uma série de normas a serem seguidas no tratamento de informações dos pacientes.

Nesse sentido, é preciso seguir algumas boas práticas para evitar multas e proteger todos os dados de consultas, exames e pacientes, de acordo com a LGPD, entre elas:

  • Utilizar criptografia de dados;
  • Evitar acessos não autorizados;
  • Conhecer protocolos e práticas de segurança de seus fornecedores;
  • Exigir o compliance da proteção de dados;
  • Criar uma política de confidencialidade e segurança de dados para sua equipe;
  • Adaptar termo de consentimento do paciente;
  • Usar armazenamento em nuvem com backup diário para evitar perda completa de dados;
  • Senhas seguras e controle sobre as permissões de cada usuário.;
  • Investir em um bom antivírus para combater ameaças ou roubo de informações.

👉 Você também pode gostar do artigo com 4 dicas para fortalecer a segurança das informações de centros médicos

5. Aumento da produtividade das equipes

A digitalização também é importante para aumentar o engajamento e a produtividade das equipes de um centro de diagnóstico, visto que contribui na padronização de escrita de laudos, agilidade na análise de histórico de cada paciente e na tomada de decisões mais eficazes.

👉 Baixe grátis: [eBook] Produtividade em clínicas: dicas para otimizar a gestão

6. Diminuição de falta dos pacientes

Um dos maiores desafios de clínicas, consultórios e centros de medicina diagnóstica é reduzir o no-show: estima-se que até 65% das pessoas normalmente esquecem consultas marcadas.

O não comparecimento de pacientes podem prejudicar toda a rotina de agendamentos, além de desfavorecer também a rentabilidade do negócio.

Ao contar com o apoio de um sistema automatizado, é possível deixar lembretes programados, oferecer atendimentos à distância, remarcar exames com mais facilidade, incluindo outras ações para engajar e fidelizar pacientes.

👉 Para ler mais tarde: 6 dicas para evitar o no-show em consultórios e clínicas de saúde

7. Expansão da rentabilidade

Além de reduzir custos, um outro benefício da digitalização é poder oferecer a opção de pagamentos online, rápidos e seguros, com reembolso imediato de um serviço cancelado, garantindo a rentabilidade do seu hospital ou centro de diagnóstico.

Sendo assim, o uso da tecnologia para digitalizar processos é um investimento que pode impulsionar a qualidade do atendimento, melhorar a experiência do paciente e fortalecer a reputação da empresa.

Tendências na medicina diagnóstica

Como falamos anteriormente, a experiência do paciente recebe cada vez mais foco, a fim de atender às necessidades das pessoas, por meio de um bom atendimento e cuidados mais eficazes.

Também existem outras oportunidades sendo geradas pelo avanço da tecnologia na área de saúde. Confira, a seguir, as principais tendências do futuro para medicina diagnóstica:

Atendimento humanizado

A humanização na saúde anda lado a lado com a digitalização do centro de diagnóstico. Apesar de não ser uma tarefa fácil, ter um olhar empático em relação ao paciente proporciona diversas vantagens para todos os envolvidos.

Para os pacientes, essa abordagem traz aumento da confiabilidade, satisfação no atendimento e tratamentos mais eficientes.

De outro lado, a clínica, laboratório ou centro médico tem a melhoria do clima organizacional e a fidelização de pacientes, por exemplo.

Big Data e Machine Learning

Diante das mudanças tecnológicas, o setor está entrando em uma nova fase que é chamada de Saúde 5.0. Também conhecida como jornada de Saúde Conectada, essa fase tem o objetivo de utilizar soluções avançadas, como Big Data, Machine Learning e Inteligência Artificial (IA) para garantir um sistema de gestão amplamente conectado.

Telemedicina e telediagnóstico

A liberação da prática de telemedicina facilitou ainda mais a centralização de serviços, como a operação remota de equipamentos e emissão de laudo remoto.

No mesmo segmento de ferramentas de transformação dos cuidados em saúde no Brasil e no mundo, também está o telediagnóstico, que consiste na avaliação de exames médicos à distância - um serviço feito que utiliza as tecnologias da informação e comunicação (TICs).

A solução permite que tanto o paciente quanto o médico responsável acessem todas as informações de maneira facilitada, sem precisar se deslocar.

Uso de softwares

A automatização já está presente em diversos segmentos empresariais, e não podia ser diferente no setor da saúde. O uso de softwares, além de facilitar exames específicos, também pode gerar análises mais eficazes e precisas de dados e informações valiosas para centros de diagnósticos.


Precisa de mais informações antes de escolher o seu software? Preencha o formulário abaixo e te ajudamos

Digitalização e uma experiência mais humana na medicina diagnóstica

Ainda não conhece o TuoTempo? A solução do Grupo Docplanner, que também detém a Doctoralia, é voltada para o relacionamento com os pacientes. Por meio do CRM, você digitaliza a experiência do paciente no seu centro, mas sem abrir mão da humanização no atendimento, da centralização e da segurança dos dados.

Ideal para instituições de saúde e centros de medicina diagnóstica, a ferramenta oferece diversas funcionalidades, como check-in e sala de espera virtual, análises e relatórios, telemedicina, aplicativo personalizável, histórico médico na nuvem e muito mais.

TuoTempo: o CRM para instituições e centros de medicina diagnóstica

Grandes referências da saúde já obtiveram resultados incríveis por meio do uso do TuoTempo, garantindo redução nas faltas de pacientes e aumentando o número de agendamentos online.

Se você faz parte de uma instituição de saúde ou centro de diagnóstico e tem interesse em conhecer o software de relacionamento TuoTempo, CLIQUE AQUI e solicite uma demonstração personalizada com um especialista. 

👉 Leia também: História de sucesso do Check Up Hospital